Como escolher as músicas do casamento - parte 1


As músicas costumam representar fases de nossas vidas, marcam cenas e momentos. Com a trilha sonora da cerimônia do casamento é a mesma coisa: você se lembrará daquelas canções para sempre. Por isso, faça a lista com calma e peça a ajuda de alguém tão interessado no tema quanto você: o noivo.

Se a cerimônia for na igreja, é preciso saber quais orquestras e corais ela aceita e se a instituição tem restrições – algumas permitem apenas que sejam tocadas músicas sacras. O segundo passo é acompanhar uma cerimônia com os músicos que você pretende contratar, ouvir se lhe agrada e perguntar quantos instrumentos e vozes estavam em ação. Com estas informações será possível definir o orçamento, já que muitos itens são cobrados a parte.

Procure adequar as músicas ao local escolhido para a cerimônia. Na praia ou campo, por exemplo, o setlist pode ser mais descontraído do que em uma catedral.

Também pense em canções que fazem parte da história do casal ou com letras que falem ao coração de vocês. 

Não se esqueça de analisar os versos, mesmo se a música for em inglês. “Observe o conteúdo da letra para evitar gafes, como o casal se cumprimentando no altar, feliz e emocionado pelo momento, e de música de fundo ‘eu estou tão triste agora’ ou ‘meu amor, você me feriu’”, brinca Rita Del Chiaro, maestrina da Orquestra e Coral Del Chiaro. A pronúncia de versos em outra língua também é importante. “Os noivos devem perceber se o coral tem mesmo condições de cantá-las com uma pronúncia perfeita. Caso contrário, melhor fazê-las apenas instrumentais”, acrescenta Vanessa Misiuk, administradora do Allegro Coral e Orquestra.

Os músicos especializados em casamentos costumam ter uma lista de sugestões para os noivos, mas também estão abertos a ideias trazidas por eles. Portanto,ouça as músicas inteiras antes de escolhê-las.

Prefira canções que você e seu noivo gostam há muito tempo. Músicas já perpetuadas nunca se tornam antigas


Trilha sonora em 6 passos 

Cerca de seis músicas devem ser escolhidas durante a cerimônia. Veja os momentos e as dicas para cada uma delas. Claro que dependendo da igreja, a quantidade de músicas podem ser alterada.

1. Entrada do noivo e padrinho: deixe a cargo do próprio noivo.

2. Daminhas e pajens: o mais comum é tocar uma canção infantil.

3. Entrada da noiva: a marcha nupcial ainda é a campeã de pedidos. Por mais antiga que ela seja, continua fazendo os corações baterem mais forte.

4. Benção das alianças: a “Ave Maria” é a mais popular, mas outras canções que remetam à fé do casal são bem-vindas.

5. Cumprimentos: pense em uma canção que seus pais adorem. É emoção garantida.

6. Saída dos noivos: é um momento alegre, de uma vida feliz a dois que está pra começar. Por isso, opte por uma música para cima, que fale do amor de forma otimista.

Fonte: IG